acessibilidade
Fundação Alphaville
Grupo de produtores durante formação
Projetos

Certificação Orgânica

Formação do pré-Núcleo Polo Verde

Soluções de desenvolvimento

Soluções de desenvolvimento

Para pessoas

  • Grupo produtivo
  • Autoestima
  • Senso de equipe
  • Convívio
  • Alimentação saudável

Para os territórios

  • Identidade cultural
  • Educação para sustentabilidade
  • Desenvolvimento Comunitário
  • Novas Oportunidades
  • Período2019-2022
  • StatusEm andamento
  • Beneficiários29 coletivos
  • LocalCamaçari (BA)
  • AtividadeDesenvolvimento Comunitário

OUVIMOS

para compreender o cenário local

O projeto de certificação de produtores de Camaçari teve início em novembro de 2019, mas os primeiros contatos entre o grupo de produtores e a Fundação Alphaville aconteceram no final de 2017, decorrente da formação agroecológica e de uma feira desses produtos, realizada com o apoio da organização, para trazer visibilidade para a produção familiar no município.

O diagnóstico local previamente realizado apontava a produção rural como a segunda principal fonte de economia para a região, mas algo importante faltava: a integração entre os produtores e o conhecimento técnico para elevar o nível dos alimentos produzidos, o que impactava na escalabilidade e na participação no concorrido mercado de alimentação saudável.

DIALOGAMOS

para propor soluções

Para tirar o projeto do papel, firmou-se uma sólida parceria entre os produtores rurais, Fundação Alphaville e a Secretaria de Desenvolvimento da Agricultura e Pesca do Município. “Selecionamos a dedo os agricultores participantes”, recorda-se Daniela Ornelas, representante da Secretaria. “A feira havia sido apenas o primeiro passo para o projeto de certificação participativa, elaborado pela Secretaria com apoio da Fundação“, diz.

AGIMOS EM CONJUNTO

para construir as ações

O processo de certificação participativa caracteriza-se por sua continuidade, em que um grupo já certificado auxilia, fiscaliza e certifica outros que estejam na mesma formação. Em Camaçari, a Fundação custeou todo o processo de capacitação para o cultivo de orgânicos, bem como a ida de participantes a Irecê, onde está o Raízes do Sertão, que certificou o grupo Polo Verde. “Eles ainda vieram com um viés a mais, que foi a realização de oficinas para habilitar o agricultor como um indivíduo importante, um empreendedor rural”, destaca Daniela, se referindo à aplicação da metodologia Convivência que Constrói.

“O mais bacana, além do manejo e dos conceitos de não usar defensivos químicos, é considerar a relação do ser humano com o seu espaço produtivo e com a sociedade”, enfatiza Débora Silva e Silva, Especialista em Projetos Sociais da Fundação Alphaville, que aplicou a metodologia no grupo e atuou em todas as etapas do processo, inclusive nas visitas às unidades produtoras e nas formações necessárias às certificações.

“Quem compra um produto orgânico está consumindo não apenas um produto sem agrotóxicos, mas todo um conceito de vida em que os produtores têm relações sociais e emocionais saudáveis com o ambiente”, afirma Débora. “O selo de certificação orgânica aumenta em 30% a 40% o valor dos itens cultivados, mas os produtores devem pensar para além disso, percebendo todos os conceitos envolvidos.”

Parte da formação aconteceu durante a pandemia do Coronavírus, o que trouxe muitos percalços, mas também aprendizados. Um deles foi a adaptação do grupo ao mundo virtual, processo que ainda está acontecendo; outro foi o aumento da demanda por orgânicos em Salvador. “As pessoas despertaram para a necessidade de um corpo saudável, nutrido com alimentos puros”, diz Daniela.

Os próximos passos do grupo de produtores são o reforço da capacitação para o cultivo de orgânicos; atuar para renovar a certificação de seus cultivos, que é constante e ininterrupta; e intensificar os treinamentos realizados para que, em 2022, possam se consolidar também como uma unidade certificadora capaz de transmitir técnicas e conhecimentos adquiridos.

nossos resultados

  • 0

    unidades produtivas

  • 0

    participantes diretos

  • 0

    produtores cadastrados

  • 0

    parcerias

  • Capacitação para as 29 unidades produtivas com a metodologia Convivência que Constrói

  • Certificação orgânica para 25 unidades produtivas

  • Estruturação da primeira feira orgânica certificada da região

  • Parcerias com Secretaria da Agricultura de Camaçari, Núcleo Raízes do Sertão e com 29 unidades produtivas locais

  • Estruturação do Pré-núcleo Polo Verde de Certificação Orgânica

Estamos levando a agroecologia para toda a comunidade. As pessoas pararam de tacar fogo no pasto, muitos não usam mais veneno, aprenderam como preservar uma nascente, fazem rotatividade de culturas e olham as formigas e lagartas como aliadas, e não como vilãs.

Marilene Senhorinha da Costa

Produtora orgânica

GALERIA DO PROJETO

Veja abaixo as fotos
x

Utilizamos cookies e outras tecnologias para lhe oferecer uma experiência de navegação melhor, analisar o tráfego do site e personalizar o conteúdo, de acordo com a nossa Política de Privacidade e Política de Cookies. Ao continuar navegando, você concorda com estas condições.